Pesquisar este site com Google  
· O livro «Estar na Internet»
· O autor
· A editora McGraw-Hill
· Encomendar o livro
· Comunicação Social
· Voltar à página inicial
Sites recomendados Tecnologia, livros e críticas

O que é o «É na Net»?


Estas são as páginas do serviço «É na Net».


    Índice

  1. O que é o serviço «É na Net»?
  2. Como se usa o serviço «É na Net»?
  3. Como funciona o serviço «É na Net»?
  4. Quem desenvolveu o serviço «É na Net»?
  5. Se o serviço «É na Net» é grátis e já dá as respostas tiradas do livro «Estar na Internet», que interesse tem adquirir o livro?
  6. Como é que o serviço «É na Net» pode ajudar quem faz páginas para a Internet?


  1. O que é o serviço «É na Net»?
  2. «É na Net» é um serviço grátis que pode ser usado para responder imediatamente a perguntas sobre a Internet, baseando as respostas em alguns extractos de parte do livro «Estar na Internet». Este livro foi escrito por Manuel Lemos e foi publicado pela editora McGraw-Hill de Portugal.

    Voltar ao índice.


  3. Como se usa o serviço «É na Net»?
  4. Na página inicial do serviço ( http://www.e-na.net/ ) existe um pequeno formulário. Nesse formulário existe uma caixa de texto a qual deve ser preenchida com uma pergunta sobre a Internet que queira colocar. Depois de a preencher deve usar o botão que aparece por baixo dessa caixa para submeter a pergunta.

    Quando é submetida uma pergunta surge uma nova página na qual é apresentada uma lista de extractos onde possivelmente está a resposta. Por cada extracto listado, é mostrado o nome do respectivo capítulo do livro e eventualmente os nomes dos tópicos dentro dos quais está inserido o extracto apresentado.

    Para ver o texto de cada extracto listado, basta usar o respectivo botão que aparece junto ao nome do extracto. Ao usar esse botão é mostrada uma nova página na qual aparece o texto retirado do livro, incluindo algumas imagens e ilustrações que possam fazer parte do extracto mostrado.

    As imagens de tamanho maior são apresentadas em tamanho reduzido de modo a que a página possa ser acedida com maior rapidez. De qualquer modo, as imagens que aparecem reduzidas podem ser mostradas no seu tamanho original usando um botão que aparece junto de cada uma.

    Voltar ao índice.


  5. Como funciona o serviço «É na Net»?
  6. O serviço «É na Net» usa técnicas de inteligência artificial para analisar as perguntas colocadas e relacionar com os extractos do livro onde possivelmente estão as respostas. Essa relação é estabelecida através de uma base de dados de conhecimento (Knowledge based system).

    Uma base de dados de conhecimento contém informação que permite relacionar dados de problemas conhecidos, com eventuais soluções para esses problemas. No caso do serviço «É na Net», a base de dados de conhecimento que foi desenvolvida relaciona os dados dos problemas associados às perguntas colocadas pelos utilizadores, com possíveis soluções que estão nos extractos do livro que são apresentados.

    Quando parece não conseguir encontrar nenhuma resposta para uma pergunta tal como foi colocada, o serviço volta a analisar a pergunta assumindo que alguma das palavras poderá não estar bem escrita. Nesta situação, o serviço poderá apresentar extractos do livro relacionados com expressões parecidas com aquelas que foram usadas na pergunta colocada.

    Na verdade, esta situação ocorre frequentemente porque para um utilizador que pergunta algo que não conhece bem, é natural não saber escrever correctamente as palavras que ainda não está habituado.

    Voltar ao índice.


  7. Quem desenvolveu o serviço «É na Net»?
  8. O serviço «É na Net» foi completamente concebido e desenvolvido por Manuel Lemos. Para implementar este serviço, Manuel Lemos desenvolveu uma tecnologia com o nome «I-Know». Isto permitiu que fosse criada uma base de dados de conhecimento a partir do livro «Estar na Internet». Esta mesma tecnologia permitiu que as pesquisas na base de dados de conhecimento do serviço pudessem ser feitas a partir de perguntas arbitrárias colocadas pelos utilizadores, tolerando alguns tipos de erros ortográficos.

    Voltar ao índice.


  9. Se o serviço «É na Net» é grátis e já dá as respostas tiradas do livro «Estar na Internet», que interesse tem adquirir o livro?
  10. Na verdade, este serviço não disponibiliza todo o livro, nem sequer uma grande parte. Este serviço foi concebido para promover o livro, e não para o substituir. Aqui, os leitores potenciais podem conhecer o livro sem o compromisso de ter de o adquirir antes de saber se realmente lhes interessa.

    Quem adquirir o livro na sua forma impressa pode disfrutar do seu conteúdo com todo o conforto que eventualmente não terá ao consultar aqui apenas alguns extractos na forma electrónica. Para quem já é leitor do livro, este serviço pode ajudar a encontrar algum tópico que por algum motivo o leitor teve dificuldade em localizar no livro.

    Voltar ao índice.


  11. Como é que o serviço «É na Net» pode ajudar quem faz páginas para a Internet?
  12. Este serviço pode responder a perguntas colocadas no formulário da página inicial, mas também pode responder a perguntas colocadas a partir de outras páginas. Isto significa que alguém que tenha construido uma página, pode usar este serviço gratuitamente para explicar melhor algum assunto relacionado com a Internet que este serviço já esteja preparado para responder.

    Imagine por exemplo uma situação em que você construiu uma página na qual gostaria de encorajar os seus visitantes a adicionar um marcador (bookmark) para a sua página na lista de marcadores de cada utilizador. Poderia colocar uma mensagem a dizer algo como: «Adicione já esta página à sua lista de marcadores (bookmarks)».

    No entanto, a verdade é que nem todos os utilizadores estão suficientemente familiarizados com estas palavras usadas na Internet (marcadores, bookmarks, etc.). O mais certo é que muitas pessoas não iriam entender a mensagem.

    Uma possibilidade que frequentemente ajuda a resolver a dificuldade dos utilizadores em entender as palavras que possam ser mais difíceis, é o uso de ligações (links) entre essas palavras no texto das suas páginas para outras páginas onde o significado de cada palavra é devidamente explicado. É nesse sentido que o serviço «É na Net» pode ajudar.

    O serviço «É na Net» está preparado para responder automaticamente a perguntas sobre centenas de expressões relacionadas com a Internet. É relativamente fácil criar uma ligação a partir de qualquer página para a página do serviço «É na Net» em que as perguntas são respondidas. O URL da página das respostas é da seguinte forma:

    http://www.e-na.net/ask_question.html?question=pergunta

    em que, «pergunta» é a pergunta que quer que o serviço responda.

    Por exemplo, para criar uma ligação para a página do serviço «É na Net» a partir duma outra página onde tenha a palavra marcadores, o respectivo código em linguagem HTML deve ser da seguinte forma:

    <A HREF="http://www.e-na.net/ask_question.html?question=marcadores" >marcadores</A>

    Se quiser colocar uma pergunta com várias palavras separadas por espaços, os espaços devem ser representados pelo sinal +, assim como no seguinte exemplo:

    <A HREF="http://www.e-na.net/ask_question.html?question=o+que+sao+marcadores" >o que s&atilde;o marcadores</A>

    Por uma questão de simplicidade, não precisa de usar acentos ou cedilhas à frente do parâmetro question=... dentro da marca de ligação <A>.

    Voltar ao índice.


Para mais informação envie correio electrónico para WebMaster@E-na.Net.